ANÚNCIO

A Assembleia Legislativa de Goiás debate a criação e formação do Codemetro (Conselho da Região Metropolitana) que terá a responsabilidade para debater e definir as políticas públicas para a Grande Goiânia. Nesta quinta, o prefeito Gustavo Medanha (PMDB), de Aparecida, pressionou para que o município não ficasse com a mesma representatividade que cidades pequenas.

“O nosso peso estava igual a cidades com 20 mil habitantes”, protestou o prefeito. Aparecida representa 22% da população da região metropolitana e terá 8% de participação da composição do Conselho com direito a voz e voto.

O deputado Marlúcio Pereira (PSB) anunciou que vai pedir vista do projeto que cria o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana (Codemetro), em tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), caso o município de Aparecida de Goiânia não venha a ser contemplado com pelo menos 10% de participação no Plano de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana de Goiânia – PDI-RMG. “Estamos buscando esse acordo, porque Aparecida de Goiânia é o maior município da RMG e não pode ser tratado como os demais”, frisou o parlamentar.

Comentários

ANÚNCIO


comentarios

ANÚNCIO