Lançada nova tradução de “Política”, de Aristóteles, pela Edipro

ANÚNCIO

Por vezes, furtam a responsabilidade da política de garantir a felicidade e os direitos dos seres humanos. Mas como garantir isso? Em Política, publicada pela Edipro, Aristóteles compreende o indivíduo, o seu papel na sociedade e na organização, a fim de avaliar as formas de governo e como esta metodologia poderia alcançar um mundo ideal.

A nova tradução feita pela professora Maria Aparecida de Oliveira Silva – mestre em história Econômica, doutora em História Social (USP) e pós-doutora em Estudos Literários (UNESP) – primou em demonstrar originalmente os ideais de política de Aristóteles e, assim, compreender a formação, a estrutura e o desenvolvimento da vida em comunidade.

Após se tornar receptor do Alexandre – O Grande, o filósofo e pensador concluiu que a política influencia em todas as outras ciências de forma efetiva. Declarava que o Estado é como uma associação, uma vez que esse modelo propicia o interesse de todos por um bem comum.

ANÚNCIO


Aristóteles é considerado o primeiro grande mentor de assuntos públicos e declara que é impossível idealizar um indivíduo sem o Estado e que, entendendo as pessoas como animais políticos, não é possível viver sem a sociedade. Neste sentido, as comunidades, as cidades e até mesmo os estados são frutos da tendência do ser humano de agrupamento.

Para o filósofo grego, o principal motivo desta associação humana é o bem comum, capaz de proporcionar felicidade aos seus cidadãos e prosperidade à cidade. A instituição de leis e a sua observância são fundamentais para que a comunidade seja uma associação humana feliz e próspera. Estas e outras reflexões atemporais compõem esta cuidadosa tradução anotada. Inclui apêndice com a tradução de “Da Monarquia, Democracia e Oligarquia”, de Plutarco.

Política compõe o catálogo da Editora Edipro que conta com 14 obras de Aristóteles: Órganon; Da Geração e Corrupção; Retórica a Alexandre; Retórica; Poética; Parva Naturália; Metafísica; Ética – Textos Selecionados; Ética a Nicomaco; Ética a Eudemo; Do Céu; Da Alma (De Anima); Constituição de Atenas e Categorias. (Com informações da assessoria de imprensa da EDIPRO)

Comentários

comentarios

ANÚNCIO